quarta-feira, 5 de maio de 2010

Provas de amor

- Sabe o que é, Marat... eu queria que ele olhasse mais para mim...
- Bah, mas logo ELE? Sério, o Tiago é um bundão profissional! É o tipo de jumento que se tu mostrar uma porcaria de uma garrafa térmica e disser "bem, Tiago, essa droga é uma térmica... o que é isso, Tiago?", é capaz de pensar duas vezes antes de responder...
- Ai...
- E ia errar, ainda!
- Ai, Marat... ele é legal...
- Bã... super!
- Ele é bonito, simpático e me diz umas coisas...
- Ele é meio metido é plêiba, né? Já vi esse malandro desfilando com um Golf-de-som, com música eletrônica nas alturas... chato pra caralho! É um cretino de mau gosto que logo, logo vai aparecer com um adesivo escrito Tiago & Fulaninha no vidro traseiro. Depois, toma chifre e não sabe o porquê: até o nome da namoradinha tá escancarado ali, pra facilitar o ataque dos lobos...
- Ai, gosto não se discute...

(momento de tensão. Gosto não se discute? Como assim?)

- O fato, Kelly, é que atrair a atenção desse tipo de animal é meio perda de tempo. Tipo, é um cara que, de tão inútil, ia precisar de alguém muito inteligente ao lado.
- Tu tá dizendo que eu sou burra?
- Não exatamente. Mas tu daria o que em troca pra ele?
- Ai, né... coisas de mulher.
- Eu sei. E no teu caso deve ser uma delícia, com todo respeito.
- Brigada... mas ó: ah, eu daria carinho, mas quero um homem legal, bonito, que saiba conversar, seja trabalhador...

- Basicamente, tudo o que o Tiago não é. Mas vou defendê-lo. Kelly, o homem quer mais que um corpo bonito, mesmo que isso tu tenha de sobra. E dizendo que daria carinho pra ele fica parecendo um jornal desses novos, em que tudo é no futuro do pretérito...
- Quê?
- Esquece. Um cara quer uma mulher inteligente e simpática, pois mulher para transar tem por tudo aí.
- É?
- É. E quer uma mulher que não o faça esperar para ficar arrumada. É o tipo de coisa que dá no saco e torra a mísera paciência que o machaiêdo tem. E que não peça as malditas provas de amor! Tu pede essas porras?
- Claro, né?! Tem que mostrar que me ama.
- Pois é. Tá errado isso. Mulher é craque em descobrir direitinho a atividade ou gosto que mais agrada ao cara. E dá um jeito de foder com isso. Às vezes, as provas de amor, do tipo "ah, tu me ama? Então, prova!", são só um posicionamento nojento que faz uma pessoa se obliterar ou anular em prol do maldito ego de outra.
- É, acho que tu tem razão...
- Tenho, sim, Kelly. Se tu for esperta, até vai sair com o Tiago, embora eu não recomende. Mas faça com que ele se sinta livre para poder curtir ao teu lado. Um cara só quer dividir os momentos bons com as gurias.
- Tu é um amigão, viu? Deixa comigo, que eu vou levar em conta tudo o que tu disse. Entendi tudinho!
- Eu sei... ó, lá vem o dito cujo. E vem numa marra que tá louco...
- Disfarça, disfarça...
- Opaaa! Belezêra, Marat? E aí, Kelly? Firmeza? Seguinte, guria, vâmo dar um rolé com meu Golf? Meti um bicho-papão de 15 polegadas e tá uma sonzêra!
- Ai, claro! Não te importa, né, Marat?
- Mmm? Não, que isso, vai lá...
- Tá, Tiago! Podemos passar lá em casa só para eu tomar um banho e trocar de roupa?
- Olha...
- Se tu quiser sair comigo, vai ter que ser assim!
- Ah, claro, sem galho! Bora lá! Vai ter pagodeira no Centro hoje.
- Tchau, Marat! Vê se me liga, hein? Beijos...
- Beijos...

Um comentário:

  1. Mais um baita texto da realidade moderna mundial!!

    ResponderExcluir